quarta-feira, 8 de agosto de 2012

JOÃO CABRAL DE MELO NETO

João Cabral de Melo Neto

Obras de João cabral de Melo Neto

1942 - Pedra do Sono;
1943 - O Engenheiro;
1947 - Psicologia da composição;
1950 - O Cão sem plumas;
1954 - O Rio;
1955 - Paisagem com figuras (tematiza o Nordeste e a Espanha);
1956 - Morte e vida severina;
1960 - Quaderna (apresenta cenas espanholas e nordestinos; celebra a mulher e Córdoba - cidade de  imóvel silêncio).
1961 - Dois parlamentos;
            Serial;
1966 - A Educação  pela pedra (escrito entre 1962 e 1965)
1975 - Museu de tudo;
1980 - A Escola das facas;
1984 - Auto do frade;
1985- Agrestes;
1987 - Crime da Calle Relator;
1990 - Primeiros poemas;


 Sevilha andando 
Enfoca a sensualidade feminina a partir do espaço onde a mulher transita;

"Sevilha: - cidade fêmea onde outra espécie humana soube criar-se em sua chama."

Características da poesia de João Cabral
Construção de metáforas (estrutura bipartida)
Temática nos motivos nordestinos ou espanhóis (andaluzes);

"No sertão
[...]
Lá não se aprende a Pedra: Lá a pedra,
uma pedra de nascença, entranha a alma."

"Para não matar seu tempo [...] vivê-lo enquanto ele ocorre."

"Na idade do porto
numa dessas tardes vazias,
em que só se está, não se vive
[...]
vi´passar. entre os que passava,
uma mulher de andar sevilha."


Fonte: wikipédia
          A Educação pela pedra

Nenhum comentário:

Postar um comentário