domingo, 22 de abril de 2012

CRÔNICA


IDADE MÉDIA E RENASCIMENTO - Registro histórico;

SÉCULO XIX - Significação de crônica como texto literário no Brasil e Portugal;

PORTUGAL -  Fernão Lopes - nomeado cronista-mor em 1434, pelo rei D. Duarte.
Tarefa: por em crônica as estórias dos reis.
Narra feitos dos antigos reis até esse reinado. Essa narrativa é chamada de crônica.
As figuras e os atos dos reis são seus referenciais.

BRASIL -  Carta de Caminha - apresenta características do cronista  historiador, mas também  do cronista  de jornal contemporâneo. Caminha se dirige a um leitor específico, o rei D. Manuel. Sua crônica é longa e escrita como carta-relatório. Enfoca homens da nobreza.

CRONISTA ATUAL - dirige-se a milhares de leitores. São breves; forma livre e variável. Fazem uso da ficção sem preocupação com registro histórico.

CRÔNICA MODERNA - concentração no registro cotidiano de pessoas em determinado momento. Enfoca o homem comum.

CRÔNICAS DE VIAGEM
A carta de Pero vaz Caminha inicia a história e a literatura no Brasil.
Principais autores de crônicas de viagens no Brasil: Manuel  da Nóbrega, José de Anchieta.
Produziram crônicas sobre a vida colonial.

SÉCULO XVI
Viajantes europeus registram em cartas, tratados, diários e crônicas suas impressões sobre a terra recém -descoberta. São chamados textos de informação.

SÉCULO XVIII
Relatos passam a ter caráter mais científico.
Crônicas e pinturas do francês Jean Baptiste Debret, integrante da missão artística francesa (1816-1831)


CRÔNICAS DE VIAGENS DE INTERESSE LITERÁRIO DE AUTORES MODERNOS
Cecília Meireles
Luís Fernando Meireles
João Ubaldo Ribeiro
Alcântara Machado
Fernando Gabeira

CRÔNICA JORNALÍSTICA - FOLHETIM
Séc XIX - França - pequeno espaço no jornal (histórias curtas, críticas escritas de modo leve).

1852 ( crônica brasileira) - Francisco Otaviano - coluna A Semana no Jornal do Comércio.
Folhetinistas (escreviam romances em capítulos) - Machado de Assis, José de Alencar, Joaquim Manoel de Macedo e Raul Pompéia. Principal característica: entretenimento.

CONSOLIDAÇÃO (1930-2004) - Rubem Braga

1940 - Anos dourados - Paulo Mendes Campos; Fernando Sabino; Rachel de Queiroz; Millor Fernandes; Sérgio Porto; Vinicius de Moraes; Nelson Rodrigues.

CRÔNICA ATUAL -  Jornais e livros; Periódicos. Um dos gêneros mais lidos.
Luís Fernando Verissimo; João Ubaldo Ribeiro; Ignácio de Loyola Brandão .
Aprovação crítica e popular.

PERIÓDICOS ELETRÔNICOS - a partir dos anos 90.

Nenhum comentário:

Postar um comentário