sábado, 14 de janeiro de 2012

LITERATURA RUSSA

Séc. XI
Evangelho de Ostromir - o mais antigo documento
Época de Pedro - O grande - primeiro surto literário

Idade Média
Literatura popular de tradição oral sob a forma de contos e bilinas (narrativas épicas em versos)
Mais notável - Canto de Igor
Narra expedição do príncipe contra os polovtsi (visinhos da raça turca-finesa)

As reformas de Pedro toma os escritores franceses, alemães e ingleses como modelo
Lomonosof (1711-1765) - primeira gramática
Catarina, a grande - movimento continua, mas nenhuma contribuição original.

Romantismo (começo séc. XIX)
Puchkin (Alexandre Serguicvitch, 1799-1837) - morto em duelo com oficial francês.
Poema - Eugenio Oneguin
Drama - Bóris Godunof
Novela - A filha do capitão

Lermontof (Miguel 1814-1841)
O Demônio - Nota de desesperança e revolta contra a vida e a sociedade

Griboy e Dof (1795-1829)
Comédia - A razão faz sofrer ( pintura da sociedade antes de 1820)

Realismo
Gogol ( 1809-1852)
Inaugura a literatura de intenção social
Obra prima: Almas mortas - vida da província. Inúmeros contos entre eles "A Capa".
Bulinski (1811-1848) - nutrido de Hegel
Turguenief (ivan Segui evitch, 1818-1883) - Narrativas de um caçador
Aparece camponês em sua vida miserável. Viram intenção política. Foi preso e condenado ao exílio em sua propriedade campestre por dois anos.

Romances

Rudim
Ninho de senhores
História de amor
Na véspera
Pai e filho (niilista) - criou a frase "terras virgens"

Dostoievski (Fiodor Mikhailavitch) - 1821-1881
Idéia nacional com idéia cristã
Foi preso, julgado e condenado à morte, mas o czar o desterrou para a Sibéria por nove anos.

Romances
Gente pobre.
Humilhados e ofendidos
Recordações da casa dos mortos (impressões da vida dos prisioneiros na Sibéria)
O Idiota
Os Possessos
O Adolescente
Os Irmãos Karamazóv ( patética e convincente)

Gontcharof (1812-1894) - romance O Blomof ( considerada uma das mais completas criações russas)

Leskof - Sátira
Saltirof - Schedin - Sátira

Tolstói (Conde Leão Nikolaevitch- 1828-1910) - Estudou na universidade de Kason. Visitou Alemanha, França e Suiça.
Busca apoio numa religião pessoal. Converte-se numa espécie de apóstolo pregando a resistência passiva.
Fugiu numa noite de inverno e morreu numa pequena estação de ferro. Mesmo depois da crise escreveu :
A morte de Ivan llitch
Para o crítico Otto Maria Carpeaux: "A Morte de Ivan Ilitch é uma das obras mais comoventes e mais pungentes da literatura universal. O escritor russo Vladimir Nabokov considerava-a uma das obras máximas da Literatura Russa.
Ressureição
Sonata a Kreutzer (novela) - condenação do ato sexual

Obras
Guerra e Paz - descreve sociedade russa à época das guerras de Napoleão.
Ana Karenina - drama de uma paixão adúltera

Tchekof (1860-1904) - conto curto
Drama
O Cerejal
Tio Vania
As Três irmãs

Sologub (1863-1927) - escreve sobre a miséria das pequenas cidades.
O Demônio mesquinho
Sonhos pesados
Linda originária

Máximo Gorki (1868-1936)
Vida de Vagabundo
Mãe
Os filhos do sol
Os Bárbaros
A vida de Klim Samgin (vida russa de 1890 até a crise européia)

Geração Bolchevista
Produziu três poetas
Alexandre Blok (1880-1921) -  A mulher bela de caráter místico influenciado pelo Simbolismo.
Os Citas (A violência da revolução)
Os doze(obra prima)

Os sovíéticos negou-lhe tratamento no estrangeiro e por isso pereceu aquele que cantou a revolução.

Essenin, Sergio (1895-1925) - cantou a natureza. Casou com a dançarina Isadora Duncan. Divorcio-se. Teve vida de miséria e suicídio.

Maiakovsky, Vladimir (1894-1930) - Aparenta ao Futurismo italiano. Estilo dinâmico, telegráfico. Matou-se por desgosto amoroso.

Gumiliof (1886 - 1921) - Cantou as gestas do passado. Foi fuzilado por contrarevolução.

Pasternak, Bóris (1890) - Dr. Jivago (1958). Prêmio Nobel, mas teve que recusar por pressão do governo.

Ossorguin
Krasnof
Merejkkouski - Leonardo da Vinci e Alexandre I
Remizof - contos e lendas;
Kuprin - Conto (Premio Nobel);
Ilya Ehrenburg - Julio Jurenito,

Pós - Guerra
Atualidade - voltados a ressuscitarem o Naturalismo.
Otcherk - (gênero novo) -reportagem artística.
Tikonof
Paustovski
Lapin
Ilin

Nenhum comentário:

Postar um comentário