segunda-feira, 11 de maio de 2015

RUBEM FONSECA

Rubem Fonseca

(Juiz de Fora, 11 de maio de 1925).

Escritor e roteirista de cinema.

Formado em Direito, ex delegado.

Prémio Camões (2003).

As obras de Rubem Fonseca retratam, em estilo seco e direto, a luxúria e a violência urbana, em um mundo onde marginais, assassinos, prostitutas, miseráveis e delegados se misturam .

Romances

O caso Morel (1973)

A grande arte (1983)

Bufo & Spallanzani (1986)

Vastas emoções e pensamentos imperfeitos (1988)

Agosto (1990) - retrata as conspirações que resultaram no suicídio de Getulio Vargas.

O Selvagem da ópera (1994) – retrata a vida de Carlos Gomes

O Doente Molière (2000)

Diário de um fescenino (2003)

Mandrake, a bíblia e a bengala (2005)

O Seminarista (2009)

José (2011)



Contos

Os Prisioneiros (1963)

A Coleira do cão (1965);

Lúcia McCartney (1967);

Feliz Ano Novo (1975) - proibido pela censura em 1976 e liberado em 1989 após batalha judicial;

O Cobrador (1979);

Romance negro e outras histórias (1992);

O Buraco na parede (1995);

Histórias de amor (1997);

A Confraria dos espadas (1998);

Secreções, excreções e desatinos (2001);

Pequenas criaturas (2002);

64 Contos de Rubem Fonseca (2004);

Ela e outras mulheres (2006);

Axilas e Outras Histórias Indecorosas (2011).



Outros

O Homem de fevereiro ou março (antologia, 1973);

E do meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto (novela, 1997).

O romance morreu (crônicas, 2007);

64 Contos de Rubem Fonseca (Antologia de contos, 2004).



Nenhum comentário:

Postar um comentário