segunda-feira, 2 de março de 2015

LITERATURA AFRICANA

LITERATURA AFRICANA


PRIMEIROS REGISTROS

1000 Anos antes dos Papiros – hieróglifos na arquietura;

2300 – 2100 a. C – papiros mortuários;
                                Egípcios;
                                Hieróglifos na arquitetura predatam esses papiros;

Séc. I ao XV – Império Afriacano;

Séc. XX e XXI – Literaturas de Comércio de escravos;

1520
Primeiros exemplos de literatura subsaariana;

Guardava semelhança  com a leitura islâmica;

A literatura africana representa mais de 50 países;

Escritores usam várias línguas, locais, tribais e até árabe, inglês e francês.

Escritores que falam múltiplas línguas usam a linguagem para expressar um tema ou idéia, como escrever em uma língua indígena como um manifesto anticolonial.

Literatura anticolonialista (Século XIX e XX)
Aborda questões de soberania e opressão;

Literatura Pós Independência
História da África desde o declínio dos impérios e a maneira como a história moldou a autoidentidade africana e a mensagem global.
Racismo como tema permeia a literatura africana desde a era da escravidão

Contém elementos de religiões modernas e antigas, incluindo o paganismo egípcio, islamismo e cristianismo incorporando elementos de realismo mágico, pós modernismo e mito africano.

ESCRITORES FAMOSOS

Chinua Achebe – Primeiro  escritor nativo da idade moderna, internacionalmente reconhecido com a publicação em 1958 de Things fall Apart (Quando tudo se desmorona) que vendeu mais de dez milhões de exemplares. Examinava a vida e a identidade da África colonial sob uma perspectiva nativa. Explora as tradições da sociedade "Igbo" e a tensão entre os valores locais e a visão ocidental trazida pelo colonialismo.

Mia Couto - traduzido em vários idiomas e ganhador do prêmio Camões.

Fonte:
Enciclopédia Barsa ;
http://entretenimento uol.com.br/morre nigeriano-chinua-achebe-pai-literatura-africana-moderna.


LITERATURA AFRICANA CONTEMPORÃNEA

Raízes:
Movimento negritude;
Inspiração nas revoltas anticolonialistas.

Escritos pós emancipação das colônias africanas baseavam-se em:
Governo totalitário;
Agitações tribais;
Revoluções e Golpes de Estado.
Condenavam as atitudes repressivas e desmandos dos governantes;
Narração de vivência dos autores sob esse contexto;

Literatura Africana ganhou repercussão mundial com:
Wole Soyinka (Nigéria);  e com os ganhadores do Prêmio Nobel de Literatura:
Nadine Gordimer (África do Sul);
Naguib Mahfuz (Egípcio);
Ngugi Wa Thiong'o (Queniano).

Autores mais conhecidos:

Mia Couto - filho de imigrantes portugueses fixados em Moçambique. Um dos autores mais importantes e traduzido em vários idiomas.
Característica de sua obra: Elaboração de uma narrativa continental.
Principal obra: Terra sonãmbula. Foi escolhida como uma das melhores produções do século XX. Sua obra é comparada com a de Guimarães Rosa..

José Eduardo Agualusa (angolano) - integrante da União dos Escritores Angolanos. Escreveu também em parceria com Conceição Lopes e  Fátima Otero (da editora brasileira Língua Geral);

José Olandino Vieira,  nasceu em Portugal e naturalizou-se cidadão de Angola. Recusou o Prêmio Camões de 2006 e escreveu depois Luanda e Velhas histórias (contos); Nosso Musseque; Nós, os do Makulusu (romance), novelas e obras infanto-juvenis.

Fonte: Utopia.com.br
           Infoescola