terça-feira, 7 de maio de 2013

Gabriel Garcia marquez

Gabriel Garcia marquez

Escritor, jornalista e editor colombiano.

Recebeu o Nobel de Literatura de 1982, por sua obra.

Criou o Realismo Mágico na literatura latino-americana.

Obras:
La Hojarasca( O enterro do diabo) - [1955];
Memória dos prazeres
Relato de um náufrago - conta a história verídica de um naufrágio ;
A sesta de terça feira;
Ninguém escreve ao coronel(1961);
Os funerais da mamae grande
Má hora: o veneno da madrugada
Cem anos de solidão (1967);
A última viagem do navio fantasma;
Entre amigos;
A incrível e triste historia de Cândida Eréndira e sua avó desalmada;
Um senhor muito velho com umas asas enormes;
Olhos de cão azul;
O outono do patriarca;
Como contar um conto(1947-1972);
Crônica de uma morte anunciada(1981);
Textos do Caribe;
Cheiro de goiaba;
O verão feliz da senhora Forbes;
O amor nos tempos do cólera(1985);
A aventura de Miguel Littin Clandestino no Chile;
O general em seu labirinto;
Doze contos peregrinos(1992);
Do amor e outros demônios(1994);
Notícia de um sequestro;
Obra periodística: Textos andinos;
Obra periodística 3: Da Europa e América;
Memória de minhas putas tristes;
Obra jornalistica5: crõnicas, 1961-1984;
 Ninguém escreve ao coronel(1961);
 Crônica de uma morte anunciada;
O amor nos tempos do cólera;
Cem anos de solidão(1967) - narra a história da família Buendia na cidade fictícia de Macondo desde sua fundação até a sétima geração. Exemplo´do denominado Realismo Fantástico(realidade e fantasia).

Autobiografia
Viver para contar;

Prêmios e condecorações:

Prêmio de novela ESSO por "má hora: o veneno da madrugada(1961)
Doutor Honoris causa da Universidade de Columbia Nova York (1971)
Medalha da legião francesa em paris (1981)
Condecoração Águila Azteca  no México(1982)
Nobel de literatura (1982)
Premio quarenta anos do Circulo de jornalistas de Bogotá (1985)
Membro honorário do Instituto Caro y Curvo em Bogotá (1993)
Doutor Honoris causa da Universidade de Cádiz (1994)



Nenhum comentário:

Postar um comentário