sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

ROMANTISMO

Entre 1750 - 1860 (séc. XVIII)

1750 Inglaterra, Alemanha e França

Outros - depois de 1800 até final do séc. XIX

CARACTERÍSTICAS
Individualismo, subjetivismo, ilogismo, gosto pelo mistério, imaginação e sonho, insatisfação com a realidade, sentimento religioso, culto da natureza, gosto pelo exotismo, valorização do passado, nacionalismo, engajamento político, estilo hiperbólico antitético e metafórico.

Representantes
Inglaterra
Walter Scott
George Byron
Charles Dickens
John Keats
Thomas Carlyle

Alemanha
Johann Wolfgang Von Goethe

França
Rousseau
Madame de Stael
Chateau Briorad
Alphonse de Lamartine
Alfred de Vigny
Victor Hugo
Georges Sand
Theophile Gautier

Espanha
José de Esponceda
Gustavo Adolfo
Bécquer
José Zorrita y Norol
Ramón de Campo

Portugal
Almeida Garret
Alexandre Herculano
Júlio Diniz
Camilo Castelo Branco

Dinamarca
Hans Christian Andersen

Rússia
Fiodor Tiutchev
Nikolai Gogol

EUA
Emerson
Edgar Alan Poe
Emily Dickinson
Walt Witman

Argentina
Estéban Echeverria
Juan Hernández

Brasil
Domingos Gonçalves de Magalhães
Antonio Gonçalves Dias
Alvares de Azevedo
Casimiro de Abreu
Fagundes Varela
Antonio Castro Alves
Manuel Antonio de Almeida
Joaquim Manuel de Macedo
José de Alencar
Bernardo Guimarães
Alfredo de Taunay

Indianismo
Preocupação regionalista
Engajamento de temas sociais
envolvimento com campanhas contra o abolicionismo
Individualismo narrado pelo sentimentalismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário